1886 a 1890 – Rail

Lista-se aqui a cronologia mais relevante em matéria de transporte ferroviário a nível internacional e nacional, sendo estabelecida para as datas, a ordem decrescente.

Século XIX (1886 a 1890)

1890 ——————————————————————————————————————

1890.12.06, sábado

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Lisboa Alcântara-Mar e Pedrouços, na Linha de Cascais.

 

1890.11.25, terça

POR – Abertura à exploração em via única e em bitola estreita, da Linha do Dão, entre Santa Comba Dão e Viseu.

 

1890.10.01, quarta

POR – Abertura à exploração da 2ª via do troço, entre Caxias e o Estoril, na Linha de Cascais.

1889 ——————————————————————————————————————

em 2014, assinala-se 125 anos

1889.09.30, segunda

PORAbertura à exploração do troço em via dupla e em bitola ibérica, entre Pedrouços e Caxias e em via única entre Caxias e Cascais, na Linha de Cascais.

 

1889.07.01, segunda

PORAbertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Amoreiras e Tunes, na Linha do Sul e entre Tunes e Faro, na Linha do Sul, hoje, Linha do Algarve.

 

1889.06.08, sábado

PORAbertura à exploração em via única e em bitola ibérica, do Ramal de Alfarelos, entre a Amieira e Alfarelos.

1888 ——————————————————————————————————————

1888.11.08, quinta

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre a estação do Pinheiro (hoje Porto Campanhã) e Porto Alfândega, no Ramal de Alfândega.

 

1888.07.17, terça

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Leiria e a Figueira da Foz, na Linha do Oeste.

 

1888.06.03, domingo

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Casével e Amoreiras, na Linha do Sul.

 

1888.05.20, domingo

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Benfica, Sete Rios, Chelas e Xabregas, na Linha de Cintura de Lisboa, mais tarde, Linha de Cintura.

1887 ——————————————————————————————————————

1887.12.09, sexta

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Côa, Barca d’Alva e a fronteira espanhola, em direção a La Fregeneda, na Linha do Douro.

 

1887.09.29, quinta

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola estreita, entre Tua e Mirandela, na Linha do Tua.

 

1887.08.01, segunda

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Torres Vedras e Leiria, na Linha do Oeste.

 

1887.05.21, sábado

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre o Cacém e Torres Vedras, na Linha do Oeste.

 

1887.05.05, quinta

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Pocinho e Côa, na Linha do Douro.

 

1887.04.02, sábado

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Alcântara-Terra e Campolide na Linha do Oeste, hoje, Linha de Cintura, entre Campolide e o Cacém, na Linha do Oeste, hoje, Linha de Sintra e entre o Cacém e Cintra (hoje, Sintra), no Ramal de Sintra, hoje, Linha de Sintra.

 

1887.02.14, segunda

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Serpa e Pias, da Linha do Sueste, mais tarde, Ramal de Moura.

 

1887.01.10, segunda

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Tua e Pocinho, na Linha do Douro.

1886 ——————————————————————————————————————

1886.03.25, quinta

POR – Abertura à exploração do troço em via única e em bitola ibérica, entre Valença e a fronteira espanhola, em direção a Tui, no Ramal Internacional de Valença, hoje, Linha do Minho.

About luis

Check Also

Cronologia Ferroviária de 2007

Principais eventos e factos em matéria ferroviária relativos ao ano de 2007. 1 fevereiro França …