2 Centro – Linha NORTE (via larga) [ativa]

Caro Cliente CP : Se está neste momento a viajar de comboio e gosta de conhecer a particularidade da linha ou ramal onde circula e se, ainda está munido de tablet, portátil ou telemóvel com acesso à internet, pode acompanhar o desenrolar da sua viagem, tendo como referência os pontos quilométricos que são visíveis a partir da sua janela, no lado esquerdo do sentido ascendente da respetiva linha férrea, como por exemplo, na Linha do Norte, quem viajar no sentido Lisboa – Porto consegue ver, mas se fizer a viagem no sentido Porto – Lisboa, já não consegue ver os mesmos marcos quilométricos, ao longo da via, porque do lado contrário e conferir tudo através da listagem aqui apresentada em baixo.

Caraterísticas :

A Linha do Norte é a principal linha ferroviária de Portugal. Começa na estação de LISBOA SANTA APOLÓNIAe termina na estação de PORTO CAMPANHÃ, numa distância de 336,079 km, e hoje, o tempo de viagem mais rápido entre estas 2 estações é de 2h44m (média 123 km/h), e que é praticado pelos Alfas Pendulares da CP, que atingem a velocidade máxima de 220 km/h em alguns troços. Vamos apresentar aqui a Linha do Norte ao pormenor.

Inauguração :

28.10.1856 – Lisboa / Carregado

30.07.1857 – Carregado / Quinta das Virtudes

30.04.1858 – Quinta das Virtudes / Ponte de Sant’Ana

29.06.1858 – Ponte de Sant’Ana / Ponte d’Asseca

01.07.1861 – Ponte d’Asseca / Ribeira de Santarém

07.11.1862 – Ribeira de Santarém / Entroncamento

08.06.1863 – Estarreja / Vila Nova de Gaia Devesas

10.04.1864 – Taveiro / Estarreja

22.05.1864 – Entroncamento / Soure

07.07.1864 – Soure / Taveiro

05.11.1877 – Vila Nova de Gaia Devesas / Porto Campanhã (via Ponte Maria Pia) –22.06.1991

22.06.1991– Vila Nova de Gaia Devesas / Porto Campanhã (via Ponte São João)

Tipo e Armamento da Via :

2 x 1668 mm – Entre a estação de Lisboa Santa Apolónia e a estação de Lisboa Braço de Prata

4 x 1668 mm – Entre a estação de Lisboa Braço de Prata e a estação de Alverca

2 x 1668 mm – Entre a estação de Alverca e a estação de Castanheira do Ribatejo

3 x 1668 mm – Entre a estação de Castanheira do Ribatejo e a estação da Azambuja

2 x 1668 mm – Entre a estação da Azambuja e a estação de Porto Campanhã

Tipo D4 da UIC em toda a sua extensão

Carril UIC 54/60 e travessas de betão pré-esforçado monobloco/bibloco e de madeira em alguns troços.

Toda a via é larga, ou seja, bitola ibérica de 1668 mm e por ordem decrescente de quilómetros instalados, temos colocadas travessas monobloco, depois travessas bibloco e por fim em pequenos troços, travessas de madeira. A nível de carris, as linhas principais ascendente e descendente estão armadas com carris UIC 60 e UIC 54. O Gabarit corresponde ao tipo CPb+ (3440mm x 4500mm) e toda a linha está classificada como tipo D4 (o mais alto nível e melhor), segundo ficha UIC, a que corresponde um limite de 22,5t por eixo e 8 t por metro linear. A Linha do Norte é dupla (2x1668mm / Asc e Des) em toda a sua extensão, excepto entre a estação de LISBOA Braço de Prata e a estação de ALVERCA, que é quádrupla (4x1668mm / 2 Ascendentes e 2 Descendentes), assim como entre as estações de CASTANHEIRA DO RIBATEJO e da AZAMBUJA, que possui 3 vias.

                       

Todo o percurso assenta em terrenos e leito da construção original, excepto muitos troços de pequena e média dimensão, que nas últimas grandes renovações da via, ocorridas nos anos 70 do século passado e já neste século XXI, aquando da última grande RIV (Renovação Integral da Via), em que foram rectificadas muitas curvas (novas, com raio maior) e traçados, que foram ocupar novos terrenos afastados algumas dezenas de metros em ambos os lados do leito da via original. Uma dessas grandes alterações, verificou-se em 22 de Junho de 1991, quando entrou em exploração um traçado completamente novo e em via dupla (via Ponte de São João), que veio encerrar de forma definitiva e também no mesmo dia, o então único troço da Linha do Norte que era de via única e com grandes restrições de carga e velocidade, impostas pela Ponte Dona Maria Pia, entre Vila Nova de Gaia e Porto Campanhã.

Alguns dados sobre Pontes

A nível de obras de arte, como Pontes e Viadutos, a Linha do Norte dispõe de excelentes atravessamentos seja sobre rios ou estradas. De todas, a mais espetacular é a Ponte de São João, sobre o Rio Douro, que veio subsitituir a não menos espetacular Ponte Maria Pia, também sobre o mesmo Rio Douro. Outras pontes/viadutos interessantes são as que atravessam o Rio Gilão (em Sacavém), Rio Mondego (em Coimbra) e Rio Vouga em Cacia.

Alguns dados sobre Túneis

Na Linha do Norte existem 3 túneis, a saber, 2 relativamente pertos um do outro e a meio do percurso, e que são os túneis de Chão de Maçãs e o de Albergaria, e por fim, o último fica já perto do Porto e chama-se túnel da Serra do Pilar.

Electrificação :

A Linha do Norte está electrificada com a melhor solução que existe, ou seja, em corrente alterna (monofásica) numa tensão na catenária de 25kV 50Hz ac. Para alimentar a Linha do Norte, existem 5 subestações (Vila Franca de Xira, Entroncamento, Litém, Alfarelos e Salreu, assim como a a subestação da Travagem que se situa na Linha do Minho, mas alimenta o troço da Linha do Norte entre a Zona Neutra da Aguda e a estação de Porto Campanhã) e 5 Zonas Neutras, a saber, de Vale de Santarém (neutraliza a corrente entre as subestações de Vila Franca de Xira e do Entroncamento), de Caxarias (neutraliza de igual modo entre as subestações de Entroncamento e Litém), de Soure (neutraliza as subestações de Litém e Alfarelos), da Curia (neutraliza as subestações de Alfarelos e Salreu) e a da Aguda (neutraliza as subestações de Salreu e Travagem).

Velocidades :

A velocidade máxima nesta linha é de 220 km/h e a mínima é de km/h. O sistema de controlo de velocidade instalado em todo o percurso é o CONVEL Ebicab 700.

A velocidade máxima é de 220 km/h praticada pelas automotoras eléctricas da CP da série CPA 4000 e de 200 km/h para os comboios IC Intercidades que são compostos pelas locomotivas eléctricas da CP da série 5600 + carruagens CORAIL da CP. Os comboios de mercadorias circulam atingem no máximo 120 km/h. Por troços, os comboios de passageiros podem circular num máximo de 160 a 220 km/h, entre Lisboa Santa Apolónia e o Setil, entre o Entroncamento e Alfarelos e entre a Pampilhosa e Ovar. Por outro lado, noutro patamar mais reduzido de velocidade máxima, ou seja, entre 120 e 160 km/h, pode-se viajar e é aplicado nos troços entre o Setil e Entroncamento, Alfarelos e Pampilhosa e por fim entre Ovar e Porto Campanhã.

Segurança :

A Linha do Douro está equipada com o sistema de Cantonamento Automático com Bloco Orientável em sentido normal de circulação e em contravia e apenas entre Ermesinde e Caíde. Entre Caíde e o Pocinho, aplica-se o sistema de Cantomento Telefónico. Além disso, também está instalado o sistema de Rádio Solo-Comboio TTT CP_N, também apenas para o troço entre Ermesinde e Caíde.

O sentido da circulação faz-se pelo lado esquerdo, portanto, sentido contrário em relação à estrada e ao automóvel e que nós todos mais identificamos como sendo o sentido correto. No entanto, é necessário perceber que o comboio é anterior ao automóvel em todo o mundo porque pioneiro, e Portugal, segue então a tradição inglesa (que se manifestou mais tarde na estrada), pois os comboios no reino de sua majestade, também circulam pelo lado esquerdo, assim como na Irlanda, França, Suiça, Itália e Suécia, enquanto que na estrada se circula pelo lado direito, portanto só o Reino Unido é exceção. De resto, todos os outros países da Europa, os comboios circulam pelo lado direito, seja no caminho de ferro como na estrada. São exceção a esta regra, a Espanha e a Áustria, onde em matéria ferroviária, há linhas e troços onde se circula pelo lado esquerdo como em Portugal, mas também existem outras linhas e idênticos troços, onde o sentido da circulação é ao contrario, ou seja, pelo lado direito. O Sistema de Controlo de Velocidade aplicado em toda a linha é o CONVEL de tipo ERICAB 700 e também existe o Rádio Solo-Comboio com transmissão de dados.

A Linha do Norte está protegida a nivel de segurança e circulação de comboios com Cantonamento Automático com Bloco Orientável de tipo Electrónico entre Lisboa Santa Apolónia e Santana-Cartaxo, entre o Entroncamento e Ovar e entre Vila Nova de Gaia Devesas e Porto Campanhã. Os restantes troços, ou seja, entre Santana-Cartaxo e o Entroncamento e entre Ovar e Vila Nova de Gaia Devesas, a linha está protegida com o mesmo dispositivo de Cantonamento Automático, mas é sem Bloco Orientável e é de tipo Eléctrico.

x x x x – – – – x x x x

O troço entre Lisboa e o Entroncamento, aquando da sua construção, teve sempre o nome de Linha do Leste, sendo depois alterado mais tarde para Linha do Norte. Entre o Entroncamento e o Porto, a Linha do Norte foi sempre assim designada.

Por se tratarem de distâncias mais ou menos iguais, seja a partir de Lisboa como do Porto, a Linha do Norte, está divida entre 3 secções principais, a saber:

– De Lisboa até ao Entroncamento (106,302 kms)

– Do Entroncamento até à Pampilhosa (125,098 kms)

– Da Pampilhosa até ao Porto (104,779 kms)

Vamos então verificar ao pormenor as respetivas 3 secções ou troços da Linha do Norte

Secção : LISBOA / ENTRONCAMENTO

km 000,000 EP da Estação de LISBOA Santa Apolónia (Linhas 3 e 5) e origem da Linha do Norte

km 001,000

km 001,643 Inserção na Bifurcação de Xabregas (para Linha de Cintura)

km 002,000

km 003,000

km 003,992 EP da Estação Satélite de LISBOA Braço de Prata (ligação para a Linha de Cintura)

km 004,000

km 005,000

km 006,000

km 006,480 EP da Estação de Concentração de LISBOA Oriente

km 007,000

km 007,644 EP do Apeadeiro de LISBOA Moscavide

km 008,000

km 009,000

km 009,625 EP do Apeadeiro (antes Estação) de SACAVÉM

km 010,000

km 010,438 Inserção na Estação Satélite de BOBADELA SUL (Terminal de Mercadorias da Bobadela) (lado de Lisboa)

km 011,000

km 011,013 EP do Apeadeiro da BOBADELA

km 012,000

km 013,000

km 013,843 Inserção na Estação Satélite de BOBADELA SUL (Terminal de Mercadorias da Bobadela) (lado de Alverca)

km 014,000

km 014,904 EP do Apeadeiro de SANTA IRIA DA AZÓIA

km 015,000

km 016,000

km 016,928 Inserção no Ramal de Plena Via da SODA-PÓVOA

km 017,000

km 017,470 EP do Apeadeiro (antes Estação) da PÓVOA

km 018,000

km 019,000

km 020,000

km 020,511 Inserção no Ramal de Estação da TER-TIR (lado da Póvoa)

km 021,000

km 021,165 Inserção no Ramal de Estação da TER-TIR (lado de Alverca)

km 021,500

km 021,810 EP da Estação de Concentração de ALVERCA

km 022,000

km 023,000

km 024,000

km 025,000

km 026,000

km 026,014 EP da Estação Satélite de ALHANDRA e Inserção no Ramal de Estação de Alhandra

km 027,000

km 028,000

km 029,000

km 030,000

km 030,164 EP do Apeadeiro (antes Estação) de VILA FRANCA DE XIRA

km 031,000

km 032,000

km 032,860 Subestação 25kV 50Hz ac de VILA FRANCA DE XIRA

km 033,000

km 034,000

km 034,234 EP da Estação (antes Apeadeiro) Satélite de CASTANHEIRA DO RIBATEJO

km 034,763 Terminal de CASTANHEIRA DO RIBATEJO

km 035,000

km 036,000

km 036,456 EP do Apeadeiro (antes Estação) do CARREGADO

km 037,000

km 038,000

km 038,237 EP da Estação Satélite do CARREGADO NORTE

km 039,000

km 040,000

km 040,553 EP do Apeadeiro de VILA NOVA DA RAINHA

km 041,000

km 042,000

km 043,000

km 043,196 EP do Apeadeiro de ESPADANAL DE AZAMBUJA

km 044,000

km 044,458 Inserção no Ramal de Estação da AZAMBUJA

km 045,000

km 046,000

km 046,945 EP da Estação de Concentração da AZAMBUJA

km 047,000

km 048,000

km 049,000

km 050,000

km 059,934 EP do Apeadeiro de VIRTUDES

km 051,000

km 052,000

km 053,000

km 054,000

km 054,292 EP do Apeadeiro (antes Estação) REGUENGO-VALE DA PEDRA-PONTÉVEL

km 055,000

km 056,000

km 056,400 EP da Estação de Concentração do SETIL

km 056,634 Agulha de Inserção da Linha de Vendas Novas (para Vendas Novas, Beja, Setúbal, Lisboa e Algarve)

km 057,000

km 057,775 Inserção na Bifurcação NORTE DO SETIL (para Linha de Vendas Novas)

km 058,000

km 059,000

km 060,000

km 060,300 EP do Apeadeiro (antes Estação) de SANTANA-CARTAXO

km 061,000

km 062,000

km 063,000

km 063,186 Estação Satélite de SANTANA-CARTAXO RESGUARDO

km 064,000

km 065,000

km 065,310 Zona Neutra 25kv 50Hz ac de VALE DE SANTARÉM

km 066,000

km 066,291 EP do Apeadeiro (antes Estação) de VALE DE SANTARÉM

km 067,000

km 068,000

km 068,031 Meio vão da Ponte (104 m) da Asseca (Sobre a Ribeira de Asseca)

km 069,000

km 070,000

km 071,000

km 072,000

km 073,000

km 074,000

km 074,400 EP da Estação de SANTARÉM

km 075,000

km 076,000

km 077,000

km 078,000

km 079,000

km 080,000

km 081,000

km 082,000

km 083,000

km 083,826 EP da Estação de VALE DE FIGUEIRA e Inserção no Ramal de Estação de VALE DE FIGUEIRA-EPAC

km 084,000

km 085,000

km 086,000

km 087,000

km 088,000

km 088,361 Meio vão da Ponte (61 m) do Alviela (Sobre o Rio Alviela)

km 089,000

km 090,000

km 091,000

km 092,000

km 093,000

km 093,654 EP da Estação de MATO DE MIRANDA

km 094,000

km 095,000

km 096,000

km 097,000

km 098,000

km 099,000

km 100,000

km 101,000

km 102,000

km 102,095 EP da Estação de RIACHOS-TORRES NOVAS-GOLEGÃ

km 103,000

km 104,000

km 104,560 Inserção no Terminal de Mercadorias da MSC

km 105,000

km 106,000

km 106,302 EP da Estação do ENTRONCAMENTOe Inserção nos Ramais de Estação da EMEF, FERNAVE, TVT

Secção: ENTRONCAMENTO / PAMPILHOSA

km 106,302 EP da Estação do ENTRONCAMENTOe Inserção nos Ramais de Estação da EMEF, FERNAVE, TVT

km 106,858 Agulha de Inserção da Linha da Beira Baixa (para Abrantes, Covilhã, Elvas, Madrid)

km 107,000

km 108,000

km 109,000

km 110,000

km 111,000

km 112,000

km 113,000

km 114,000

km 114,413 EP da Estação de Concentração da LAMAROSA

km 114,736 Agulha de Inserção do Ramal de Tomar (para Tomar)

km 115,000

km 116,000

km 117,000

km 118,000

km 119,000

km 120,000

km 120,678 EP do Apeadeiro (antes Estação) de PAIALVO

km 121,000

km 122,000

km 122,900 Estação Satélite de FUNGALVAZ RESGUARDO

km 123,000

km 124,000

km 125,000

km 125,240 EP do Apeadeiro de FUNGALVAZ

km 126,000

km 127,000

km 128,000

km 129,000

km 129,563 EP da Estação Satélite de CHÃO DE MAÇÃS-FÁTIMA

km 130,000

km 130,370 Portal de Entrada do Túnel de Chão de Maçãs

km 130,695 Meio do Túnel (650 m) de Chão de Maçãs

km 131,000

km 131,020 Portal de Saída do Túnel de Chão de Maçãs

km 132,000

km 132,080 Meio vão da Ponte (61 m) do Seiça (Sobre o Rio Seiça)

Km 132,500

km 132,514 EP do Apeadeiro de SEIÇA-OURÉM

km 133,000

km 134,000

km 135,000

km 136,000 Zona Neutra 25kV 50Hz ac de CAXARIAS

km 137,000

km 138,000

km 139,000

km 139,011 EP da Estação Satélite de CAXARIAS

km 140,000

km 141,000

km 142,000

km 143,000

km 144,000

km 145,000

km 146,000

km 147,000

km 147,391 Portal de Entrada do Túnel de Albergaria

km 147,721 Meio do Túnel (661 m) de Albergaria

km 148,000

km 148,052 Portal de Saída do Túnel de Albergaria

km 149,000

km 149,293 EP da Estação Satélite de ALBERGARIA DOS DOZE

km 150,000

km 151,000

km 152,000

km 153,000

km 154,000

km 155,000

km 155,616 EP do Apeadeiro de LITÉM

km 156,000

km 157,000

km 158,000

km 159,000

km 160,000

km 161,000

km 161,232 EP da Estação Satélite de VERMOIL

km 162,000

km 163,000

km 164,000

km 165,000

km 166,000

km 167,000

km 167,739 Estação Satélite de POMBAL RESGUARDO

km 168,000

km 169,000

km 169,604 EP da Estação de Concentração de POMBAL

km 170,000

km 171,000

km 172,000

km 173,000

km 174,000

km 175,000

km 175,316 EP do Apeadeiro de PELARIGA

km 176,000

km 177,000

km 178,000

km 179,000

km 180,000

km 180,137 EP do Apeadeiro de SIMÕES

km 181,000

km 181,947 Meio vão da Ponte (66 m) de Simões ()

km 182,000

km 183,000

km 183,080 Zona Neutra 25kV 50Hz ac de SOURE

km 184,000

km 185,000

km 185,347 EP da Estação Satélite de SOURE e Inserção no Ramal de Estação de SOURE-QUIMIGAL

km 186,000

km 187,000

km 188,000

km 188,378 Meio vão da Ponte (83 m) de Mocate ()

km 189,000

km 190,000

km 191,000

km 191,365 EP do Apeadeiro de VILA NOVA DE ANÇOS

km 192,000

km 193,000

km 194,000

km 195,000

km 196,000

km 197,000

km 198,000

km 198,339 EP da Estação de ALFARELOS (ligação para Figueira da Foz, Leiria e Oeste)

km 199,000

km 200,000

km 201,000

km 201,211 EP do Apeadeiro (antes Estação) de FORMOSELHA-SANTO VARÃO

km 202,000

km 203,000

km 203,318 EP do Apeadeiro de PEREIRA

km 204,000

km 205,000

km 206,000

km 206,916 EP do Apeadeiro de AMIAL

km 207,000

km 208,000

km 208,544 EP do Apeadeiro de VILA POUCA DO CAMPO

km 209,000

km 210,000

km 211,000

km 211,159 EP da Estação de TAVEIRO

km 212,000

km 212,562 EP do Apeadeiro de CASAIS

km 213,000

km 213,800 EP do Apeadeiro de ESPADANEIRA

km 214,000

km 215,000

km 215,201 EP do Apeadeiro de BENCANTA

km 216,000

km 216,380 Entrada na Ponte do Mondego Novo (Sobre o Rio Mondego)

km 216,483 Meio vão da Ponte (187 m) do Mondego Novo (Sobre o Rio Mondego)

km 216,570 Saída da Ponte do Mondego Novo (Sobre o Rio Mondego)

km 216,600

km 216,690 Entrada na Ponte do Mondego Velho

km 216,737 Meio vão da Ponte (93 m) do Mondego Velho

km 216,780 Saída da Ponte dp Mondego Velho

km 217,000

km 217,024 Agulha de Inserção do Ramal da Lousã (para Coimbra, Lousã)

km 217,200

km 217,294 EP da Estação de COIMBRA-B

km 218,000

km 219,000

km 220,000

km 220,403 Inserção no Ramal de Plena Via de MOACIR

km 220,490 EP do Apeadeiro da ADÉMIA

km 221,000

km 222,000

km 222,097 EP do Apeadeiro de VILELA-FORNOS

km 223,000

km 224,000

km 224,971 EP da Estação de SOUSELAS e Inserção no Ramal de Estação da CIMPOR

km 225,000

km 226,000

km 227,000

km 228,000

km 229,000

km 230,000

km 231,000

km 231,300 EP da Estação da PAMPILHOSA(ligação para Mangualde, Guarda, Vilar Formoso, Salamanca, Madrid, Hendaye, Paris)

Secção: PAMPILHOSA / PORTO

km 231,300 EP da Estação da PAMPILHOSA (ligação para Mangualde, Guarda, Vilar Formoso, Salamanca, Madrid, Hendaye, Paris)

km 232,000

km 233,000

km 234,000

km 235,000

km 236,000

km 236,086 EP do Apeadeiro (antes Estação) da MEALHADA

km 237,000

km 237,600 Estação Satélite de MEALHADA NORTE

km 238,000

km 239,000

km 240,000

km 240,653 EP do Apeadeiro de AGUIM

km 241,000

km 241,652 EP do Apeadeiro da CURIA

km 242,000

km 242,455 Zona Neutra 25kV 50Hz ac da CURIA

km 243,000

km 244,000

km 244,643 EP da Estação de Concentração de MOGOFORES

km 245,000

km 246,000

km 247,000

km 248,000

km 248,482 EP do Apeadeiro (antes Estação) de PARAIMO

km 249,000

km 250,000

km 251,000

km 252,000

km 252,240 EP da Estação Satélite de OLIVEIRA DO BAIRRO

km 253,000

km 254,000

km 255,000

km 256,000

km 257,000

km 258,000

km 258,046 EP da Estação Satélite de OIÃ

km 259,000

km 260,000

km 261,000

km 262,000

km 263,000

km 264,000

km 265,000

km 266,000

km 266,008 EP do Apeadeiro (antes Estação) de QUINTANS

km 267,000

km 268,000

km 269,000

km 270,000

km 271,000

km 272,000

km 272,676 EP da Estação de Concentração de AVEIRO (ligação em via estreita para Águeda e Sernada do Vouga)

km 273,000

km 273,974 Entrada na Ponte de Esgueira

km 274,000

km 274,098 Meio vão da Ponte (248 m) de Esgueira

km 274,222 Saída da Ponte de Esqueira

km 274,684 Inserção no Ramal de Estação da Plataforma de Cacia (lado de Aveiro)

km 275,000

km 276,000

km 276,249 Inserção no Ramal de Estação da Plataforma de Cacia (lado de Cacia)

km 277,000

km 278,000

km 278,718 EP da Estação (antes Apeadeiro) Satélite de CACIA e Inserção no Ramal de Estação de CACIA PORTUCEL (lado de Cacia)

km 279,000

km 279,466 Inserção no Ramal de Estação de CACIA PORTUCEL (lado de Estarreja)

km 279,500

km 279,743 Entrada na Ponte do Vouga (Sobre o Rio Vouga)

km 279,870 Meio vão da Ponte (254 m) do Vouga (Sobreo Rio Vouga)

km 279,997 Saída da Ponte do Vouga (Sobre o Rio Vouga)

km 280,000

km 281,000

km 282,000

km 283,000

km 283,383 EP do Apeadeiro de CANELAS

km 284,000

km 284,815 EP do Apeadeiro de SALREU

km 285,000

km 286,000

km 287,000

km 287,421 EP da Estação Satélite de ESTARREJA

km 288,000

km 289,000

km 290,000

km 290,190 Inserção no Ramal de Estação de ESTARREJA AMONÍACO (lado de Estarreja)

km 290,900 Inserção no Ramal de Estação de ESTARREJA AMONÍACO (lado de Avanca)

km 291,000

km 292,000

km 293,000

km 293,759 EP do Apeadeiro (antes Estação) de AVANCA

km 294,000

km 295,000

km 296,000

km 296,973 EP da Estação (antes Apeadeiro) Satélite de VÁLEGA

km 297,000

km 298,000

km 299,000

km 300,000

km 300,776 EP da Estação de OVAR

km 301,000

km 302,000

km 303,000

km 304,000

km 305,000

km 306,000

km 307,000

km 307,544 EP do Apeadeiro de CARVALHEIRA-MACEDA

km 308,000

km 309,000

km 309,376 EP do Apeadeiro de CORTEGAÇA

km 310,000

km 311,000

km 311,900 EP da Estação de ESMORIZ

km 312,000

km 313,000

km 313,313 EP do Apeadeiro de PARAMOS

km 314,000

km 314,992 EP do Apeadeiro de SILVALDE

km 315,000

km 316,000

km 316,792 EP do Apeadeiro (antes Estação) de ESPINHO (ligação em via estreita para Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis e Sernada do Vouga)

km 317,000

km 318,000

km 319,000

km 320,000

km 320,394 EP da Estação da GRANJA

km 321,000

km 321,808 EP do Apeadeiro da AGUDA

km 322,000

km 322,500 Zona Neutra 25kV 50Hz ac da AGUDA

km 323,000

km 323,815 EP do Apeadeiro de MIRAMAR

km 324,000

km 325,000

km 325,365 EP do Apeadeiro de FRANCELOS

km 326,000

km 327,000

km 327,800 EP da Estação de VALADARES

km 328,000

km 329,000

km 329,319 EP do Apeadeiro da MADALENA

km 329,979 Agulha de Inserção no Ramal de Plena Via do DESVIO DA MADALENA (desactivado)

km 330,000

km 330,943 EP do Apeadeiro de COIMBRÕES

km 331,000

km 332,000

km 332,239 EP da Estação de VILA NOVA DE GAIA Devesas

km 333,000

km 333,342 EP da Estação (antes Apeadeiro) Satélite de VILA NOVA DE GAIA General Torres

km 333,500

km 333,520 Portal de Entrada do Túnel da Serra do Pilar II

km 333,635 Meio do Túnel (229 m) da Serra do Pilar II

km 333,749 Portal de Saída do Túnel da Serra do Pilar II

km 333,943 Entrada no Viaduto de General Torres

km 334,000

km 334,146 Meio vão do Viaduto (407 m) de General Torres

km 334,350 Saída do Viaduto de General Torres e entrada na Ponte de São João (Sobre o Rio Douro)

km 334,600 Meio vão da Ponte (500 m) de São João (Sobre o Rio Douro)

km 334,850 Saída da Ponte de São João (Sobre o Rio Douro) e entrada no Viaduto de Campanhã

km 334,966 Meio vão do Viaduto (232 m) de Campanhã

km 335,000

km 335,082 Saída do Viaduto de Campanhã

km 336,000

km 336,079 EP da Estação de Concentração de PORTO Campanhã e término da Linha do Norte (ligação para Porto São Bento e Linhas do Minho e Douro)

About luis

Check Also

Obras de Arte Ferroviárias – 1 Túneis Nacionais de França

Edita-se neste artigo a listagem com todas as obras de arte, nomeadamente túneis ferroviários. Obra …